MEUS TEXTOS


 

''O Seu cheiro, a tua pele, o seu sorriso, a forma de como você olha para mim.. Tudo em você definitivamente me encanta. Por favor, chegue mais perto, olhe nos meus olhos, me abrace forte e diga que nunca irá partir, eu quero você comigo.. Me prometa que não vai me deixar, me prometa que não fará igual aos outros, eu sinto que desta vez é diferente, por favor não me decepcione. Estou te dando o meu coração, ele está em suas mãos, não quebre-o, não o deixe cair. Cuide bem dele, com ele vai a minha vida. Ela também está em suas mãos, então pense bem em tudo o que irá fazer para não os prejudicar. ~ Thayná Nicchio.''

 

 ''Ultimamente, venho me sentindo meio sozinha, digamos assim. Parece que nada mais importa, que nada mais faz sentido na minha vida. As coisas simples, que antes me faziam feliz, hoje já não fazem mais. Ando na rua, e vejo as pessoas passarem por mim, pessoas anônimas de almas vazias, sem ”coração”, sem humildade. Digo isto, pois ando me sentindo assim.. um tanto vazia. Tem dias que aparece um grande abismo dentro de mim, um abismo de medo, de culpa, talvez. Ainda não sei ao certo. Ando procurando em vários lugares, pessoas, sentimentos.. uma única razão para mim ainda estar aqui. Não mereço viver nesse mundo.. acho que minha morte não faria diferença alguma para ninguém, sinto que devo partir, mais ao mesmo tempo algo me diz que estou errada. Estou confusa.. Não me resta outra opção a não ser esperar, esperar para que talvez o meu problema tenha uma solução. Só espero que não demore muito, pois eu acabo sumindo um pouco mais a cada dia que passa.  ~ Thayná Nicchio.''
 
 


“E mais uma vez, como todas as outras manhãs, abri meus olhos, virei-me de lado e te procurei a minha volta. A mesma decepção de sempre tomou conta de mim. Você não estava ali. As lembranças vieram a tona, o seu sorriso, o seu toque, a forma carinhosa de como você me acalmava quando eu estava nos meus dias terrivelmente desastrosos. A sua voz, ah, a sua voz, era o único som que acalmava a minha alma. Lembro-me muito bem quando ficávamos agarradinhos no sofá apertado da sala, você acariciando os meus cabelos e sussurando bem baixinho em meu ouvido o seu amor por mim. E as nossas brigas? Era até engraçado, a gente brigava, gritava, se xingava, mas no final você sempre vinha atrás de mim, mesmo estando com a razão, você vinha. É que um grande defeito meu é o orgulho, e você sabia dele, não só dele, você sabia de todos os meus defeitos, e mesmo assim nunca, nem por um momento, desistiu de mim. Me acordava com café na cama e me trazia flores todas as primeiras sextas-feiras do mês.. lindo, não? Ele dizia que essa era uma forma dele me agradecer por fazê-lo tão feliz. E a risada dele? era a coisa mais linda e contagiante do mundo. Meu dia podia estar uma bosta, mas era só ele sorrir e fazer aquela carinha boba, que tudo ficava melhor. Ele foi a única pessoa que conseguiu me fazer feliz de verdade, ele foi o único homem que teve o meu coração por completo. Mas a vida, o destino, Deus.. me tirou a única coisa que me restava, ele se foi, e junto com ele, foi a minha felicidade, e a minha alegria de viver. ~ Thayná Nicchio. ''

 


''Sabe o que mais me dói o coração? É saber que você está a quilômetros de distância de mim e que eu nunca vou poder te abraçar ou te beijar quando der vontade.. Isso me machuca, mais do que devia. Por que tem que haver a maldita distância? por que nos apaixonamos logo pela pessoa que não pode estar presente em todos os dias da nossa vida? Essas são uma das perguntas que eu nunca saberei responder. A distância pode até separar dois corpos, mais nunca, nunca mesmo vai conseguir separar dois corações que se amam. E quer saber de uma coisa? Não desista da pessoa que você ama por causa disso, não vale a pena. O Amor supera tudo, até a dor da distância. ~ Thayná Nicchio.''

 

''Quero seus melhores sorrisos, seus melhores abraços e os teus aconchegos. Quero seu mau - humor pela manhã, sua comida sem gosto e o seu olhar de reprovação. Quero seu perfume na minha roupa, quero bagunça pela casa e seus humores inconstantes. Quero manhãs, tardes e noites ao seu lado. Quero jantar fora em dias de domingo. Quero chegar exausta do trabalho e te ver me esperando. Quero teus carinhos, teus beijos e seus olhares. Quero seu corpo me aquecendo nos dias frios. Quero o som da sua risada ecoando pela casa. Quero passeios no parque de mãos dadas. Quero brigas e reconciliações. Quero ver um filme abraçada com você e pegar no sono com a cabeça reencostada em seu peito. Quero que me leve no colo até a cama e me dê um beijo de boa noite. Quero casar com você, ter filhos e ser para sempre feliz. Quero tudo isso, só com você. Por que eu sei, que de uma maneira ou de outra, você foi feito perfeitamente para mim e eu fui feita inteiramente para você. ~ Thayná Nicchio.''

 

 ''Depois de um tempo, você começa a ver como as pessoas realmente são de verdade, e se arrepende terrivelmente por ter perdido tanto tempo achando que aquilo era real. A única coisa que te conforta nessas horas, é se lembrar dos bons momentos, por que apesar de tudo, se foi real ou não, valeram a pena pra você. Por um determinado período de tempo, você se viu feliz, sorrindo, e sabe que deu o seu melhor, você foi de verdade o tempo todo. A vida é assim, traz inúmeras pessoas para a sua vida, e com a mesma rapidez, o vento as leva para longe, mas não se queixe por isso, os verdadeiros são os que ficam ao seu lado mesmo com todos os ventos soprando contra, esses você levam por toda a sua vida. No final, de uma maneira ou de outra, você descobre quem é de verdade. ~ Thayná Nicchio.''



''Tenho vontade de pegar o primeiro avião que tenha como o destino você. Quero ter você comigo todos os dias da minha vida, quero acordar e ver você, quero rir com as suas piadas sem graças, quero te beijar até me cansar e no meio de uma briga começar a rir da sua cara, só por que eu sei que isso vai fazer a gente cair na gargalhada e logo depois vamos acabar na cama. Eu amo seu sorriso, seus segredos, seus olhares, amo o modo de como só você consegue me fazer feliz, amo quando entrelaça seus dedos nos meus e amo mais ainda quando me abraça e diz que poderia ficar deste jeito pelo o resto da sua vida. Eu tenho muita sorte por ter encontrado você. Por que tem gente que morre procurando um amor como o nosso. Mas eu não, eu tenho você, você me tem, temos um ao outro, e isso vai durar para sempre, para todo o sempre. ~ Thayná Nicchio.''



''Durante toda a minha vida, vivi na esperança de que algo extraordinário acontecesse. Que eu ganhasse alguma coisa que eu quisesse muito, que eu pudesse conhecer a felicidade algum dia de perto, ou, quem sabe, saber o verdadeiro significado do amor. Mas não, eu vivi toda a minha vida sentada, esperando a vida sorrir para mim de alguma maneira. E eu não fiz esforços, eu apenas esperei. Durante toda a minha vida, nunca dei a menor importância para o sol, para o mar e pra natureza maravilhosa que me rodiava todos os dias. Sempre fui séria, me estressava por tudo e qualquer coisa, e nunca tive amigos em quem eu pudesse confiar. Pra falar a verdade, nunca senti que alguém realmente gostasse de mim, ou se importasse comigo. Já tive oportunidade de conhecer o amor, mais fiquei com medo e achei melhor me afastar. Nunca tive objetivos de vida, nunca tive metas, motivações e sonhos. Fui deixando a vida me levar por meio do estudo, do trabalho, da rotina monótona, das horas, dos minutos e dos segundos. E hoje, nos meus últimos minutos de vida, deitada na cama desse hospital, vejo que nada do que eu vivi valeu a pena. E só agora consigo enxergar o quanto errada e estúpida eu fui, por ter me isolado tanto, por não ter aproveitado a única oportunidade boa que eu sempre tive, que era de viver. Mas olha que coisa mais estúpida, eu estou morrendo neste momento.. e ainda continuo me perguntando.. Como posso estar morrendo, se eu nunca vivi? ~ Thayná Nicchio.''



''O barulho da chuva lá fora insistia em adentrar o quarto silencioso em que nós estávamos. O frio dominava o ambiente, mas eu estava bem aquecida em seus braços. Você me transmitia paz até quando eu achava que isso poderia parecer ser impossível. Naquela noite, tínhamos tido uma bela e longa discussão. Você me tirou do sério, me fez quase perder a sanidade e acabar jogando tudo para o alto. Eu odiava as suas provocações e os seus ciúmes obsessivos, que eram sempre constantes. Odiava também o modo de como você sempre conseguia se safar nos seus argumentosde como você sempre achava que só você estava certo e que a ultima palavra da discussão tinha que ser sua. Mas eu odiava mais ainda, o modo de como você sempre conseguia me ganhar de novo ao final de todas as nossas brigas. Vinha com aquele seu jeitinho cafajeste, me abraçava, pedia desculpas, dizia que me amava muito, e que não queria me perder nunca. E é claro que eu ficava toda boba com aquilo. Mesmo querendo te socar de raiva, eu retribuía o seu abraço, por que eu sabia que tudo aquilo que você dizia era verdade. E eu odiava todos os seus defeitos, mas acabei aprendendo a amar e aceitar cada um deles. Por que amar é isso mesmo. É aceitar os defeitos e as diferenças. É saber abaixar a cabeça e reconhecer que está errado. É saber perdoar e confiar. E todas as noites, quando eu deitava na nossa cama gelada, eu sabia que você estaria sempre ali para me aquecer se eu precisasse. Sabia que você me abraçaria, e faria com que eu me sentisse segura. Eu sempre te teria comigo. E era isso que me reconfortava. Eu tinha você, do seu jeito torto e errado, mas eu tinha. E ia continuar te amando e te odiando para sempre. ~ Thayná Nicchio.''

Nenhum comentário:

Postar um comentário